Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

Ao ler este post http://monologando.blogs.sapo.pt/174574.html?view=79086#t79086 fiquei a pensar na minha vida...nas mudanças que já fiz, nas que devia de fazer, mas não tenho ainda coragem e nas que tenho mesmo de fazer.

Ora segundo parece Elaine St. James, autora do livro "Simplifique a sua vida" deixou 100 dicas no seu livro para que a vida seja simplificada.

Ao longo dos meus 44 anos muitas mudanças foram feitas para tentar simplificar a minha vida, umas resultaram outras nem tanto.

Fiquei curiosa para saber quantas destas dicas eu já apliquei...

 

1. Reduza a tralha. Há cerca de 5 anos fui obrigada a fazer...passar de uma moradia para um T3 era impossível conseguir levar toda a tralha.

 

2. Use o sistema de destralhamento do Dave. Escrever nas caixas e deixar durante um ano? Não, não é para mim.

 

3. Use o speed cleaning para limpar a casa. Adoro fazer limpeza como tal todos os dias limpo...descontrai-me.

 

4. Corte em metade o tempo que passa no supermercado. Nunca fui de passar muito tempo nas compras...sempre fiz lista para evitar demorar muito tempo.

 

5. Compre em grandes quantidades. Grandes quantidades, para quê? Não, não.

 

6. Plante um jardim. Morando num apartamento é difícil e um jardim é coisa que dá trabalho, logo... não, não.

 

7. Faça todos os seus recados no mesmo sítio. Os que posso fazer, não hesito.

 

8. Corte o tempo que passa a tratar da roupa em metade. Como gosto pouco de passar a ferro é coisa que me despacho rapidamente. 

 

9. Não compre roupas que precisam de ser limpas a seco. Já aplico esta regra há anos. Lembro-me de há muito tempo ir à Espanha e estar indecisa entre dois casacos. Um era necessário limpar a seco o outro podia ser na maquina de lavar. Nem pensei duas vezes...veio o que tinha menos despesa com a lavagem. 

 

10. Deixe os sapatos à porta. Não me parece que fosse boa ideia. O que diriam os vizinhos?

 

11. Use tapetes com padrões. Na moradia tinha vários tapetes e carpetes, depois de passar para o apartamento deixei de usar grande parte. Facilita muito mais a limpeza.

 

12. Use tabuleiros para a comida. Raramente o faço...não acho que dê muito jeito.

 

13. Mantenha as plantas lá fora. Confesso que gosto de plantas, mas não tenho lá muito jeito...ou morrem com sede, ou morrem com agua a mais. Deixei de as ter.

 

14. Substitua a relva por relva artificial.Impossível de ter...

 

15. Ou, pelo menos, simplifique a manutenção da relva.

 

16. Animais de estimação simples. Nada melhor que um gato...melhor...dois gatos.

 

17. Mudanças simples. Ui...às vezes é impossível fazer mudanças simples.

 

18. Reciclagem simples. Confesso que nem sempre o faço.

 

19. Mude-se para uma casa mais pequena. Há 5 anos cá em casa tomamos essa opção e não estamos nada arrependidos. Além de poupar dinheiro ainda consigo poupar muito tempo na limpeza.

 

20. Guie um carro simples. Os Meus euros não davam para comprar um carro mais sofisticado, mas mesmo que desse não compraria...não sou adepta de grandes "paneleirices".

 

21. Venda a porcaria do barco. Ai vendia vendia...se o tivesse.

 

22. Construa um guarda-roupa simples. Além de simples, a quantidade também não é exagerada. Raramente faço uma compra sem necessitar.

 

23. Reduza as suas fontes de entretenimento. Infelizmente ao longo dos anos e em especial no ultimo ano os cortes têm sido bastantes nas saídas...especialmente aos restaurantes.

 

24. Repense as refeições com amigos. Quando estamos juntos em especial ao fim de semana não gostamos muito de compromissos e horários, o que quer dizer que as refeições são feitas apenas connosco.  

 

25. Desligue a TV. Cada vez tenho mais esse cuidado e cada vez sou mais "chata" com o pessoal cá de casa. Normalmente a frase que digo mais é "se não estão a olhar para a TV desliguem-na".

 

26. Acabe com a publicidade não endereçada. Impossível...o maridão adora ver os quilos de publicidade que o carteiro deixa diariamente na caixa do correio.

 

27. Cancele as assinaturas de revistas. Nunca tive, pois sempre gostei de comprar quando me apetecia ou quando a capa era apelativa.

 

28. E acabe com a entrega do jornal. O mesmo acontece com o Jornal cá da cidade, compro quando me apetece.

 

29. Acabe com o aviso de chamada em espera. Não tenho atendedor de chamada.

 

30. Não atenda o telefone só porque está a tocar. Só se não poder é que não atendo. Detesto ouvi-lo a tocar.  

 

31. E, da mesma forma, não atenda a porta. Confesso que isto faço muito e confesso que fico com a consciência pesada, especialmente quando vejo que são pessoas que tentam vender algo. Penso sempre "coitados se andam de porta em porta é porque precisam".

 

32. Repense o uso de telemóvel. Chamadas só em ultimo caso e só se não poder ser com mensagem escrita.

 

33. Se não gosta das alturas festivas, caia fora. Gosto de algumas, como o Natal, mas não vou em exageros.

 

34. Pare de enviar cartões de Natal. Há muito que o deixei de fazer. Passei a enviar mensagens e uns dias antes para serem gratuitas.

 

35. Presentes simples. Apenas compro lembranças e apenas quando não posso escapar. Os melhores presentes são apenas para o maridão e para a filhota.

 

36. Viagens simples. Isso é que não. Gosto de grandes viagens, daquelas inesquecíveis e com tudo a que tenho direito. Infelizmente os euros não dão para fazer muitas vezes. Mas também adoro aqueles passeios simples especialmente sem destino.

 

37. Faça férias em casa. Não, não...só se não puder. Férias devem ser para descansar e em casa é impossível.

 

38. Acabe com as dívidas. Felizmente consegui livrar-me da moradia. Era algo que me deixava angustiada.

 

39. Viva com metade do que ganha e poupe o resto. Gostaria muito de o poder fazer, mas é impossivel(era sinal que ganhava bem). Não gosto e não me considero estragada e gosto de ter algum de parte, mas não penso apenas em poupar. A vida é demasiada curta para só pensar em poupar.

 

40. Repense os seus hábitos de consumo. Alguns exessos, mas nada que me tire o sono.

 

41. Mude a maneira como faz compras. Sou bem controlada, sempre com a listinha e só compro se poder.

 

42. Reduza a sua necessidade de bens e serviços.

 

43. Livre-se de todos excepto 1 ou 2 cartões de crédito. Apenas tenho um cartão de crédito do qual não pago anuidade e só é utilizado com o propósito de pagar na totalidade no mês seguinte.

 

44. Consolide as suas contas à ordem. Tudo em ordem.

 

45. Use um sistema de controlo financeiro simples. O mais simples é apenas gastar se houver e pagar primeiro todas as contas mensais.

 

46. Consolide os seus investimentos. Confesso que não há muita margem para investimentos.

 

47. Pague a sua hipoteca. Felizmente já não há hipoteca.

 

48. Da próxima vez que comprar um carro, compre um em segunda mão. Exactamente o que fiz.

 

49. Ensine responsabilidade financeira aos seus filhos. Orgulho-me imenso de o ter feito. Desde os 8 anos que a minha filha recebe semanada e era ela que geria o dinheiro. No primeiro dia gastou tudo e na semana seguinte já o fez render. Hoje é uma jovem poupadíssima.

 

50. Deixe de ser um escravo da sua agenda. Não vivo sem a minha agenda...certamente alguma coisa iria ficar esquecida.

 

51. Trabalhe onde vive, ou viva onde trabalha. Trabalhar a 5 minutos de casa não poderia ser melhor.

 

52. Faça aquilo que realmente quer fazer. Tenho a sorte de trabalhar naquilo que gosto e na minha vida privada não me posso queixar muito. Ainda que seja impossivel fazer na totalidade tudo o que se quer.

 

53. Transforme o seu hobby no seu trabalho. Há uns anos, quando fazia bijuteria ainda o pensei fazer, mas actualmente além de gostar do meu trabalho seria impossível viver apenas das vendas. 

 

54. Trabalhe menos e desfrute mais do trabalho. No meu trabalho isso é coisa impossível. Eu disfruto do trabalho, mas trabalhar menos...

 

55. Acabe com o trabalho não produtivo.

 

56. Inclua a família na sua vida profissional. Há coisas impossíveis e esta é uma delas.
 
O resto ficará para um proximo post.

 Nota:

Por não me ocorrer não deixei referência à fonte de tradução das 100 dicas. Aqui fica a correcção, que poderão ver neste post :

 

http://busywomanstripycat.blogspot.pt/2012/07/simplifique-sua-vida.html

As minhas desculpas, Rita.

 



publicado por momentosdisparatados às 23:02 | link do post | comentar | favorito

18 comentários:
De Monóloga a 29 de Agosto de 2012 às 23:32
achei curioso aos 8 anos dares semanada à tua filha. o meu filho tem 8... e ainda não lhe dou semanada... talvez começe a dar só aos 10, quando for para o 5.º ano...
cá fico à espera do próximo post... :)


De momentosdisparatados a 30 de Agosto de 2012 às 11:54
Claro que na altura era uma moedita apenas e ainda era em escudos. Se não estou em erro eram 100 escudos.
Da primeira vez gastou-os todos em gomas e de uma só vez.
Não lhe ralhamos e apenas lhe disse-mos " Se calhar não foi uma boa opção gastares tudo, agora só na próxima segunda feira é que voltas a ter mais dinheiro".
Foi remédio santo, passou a ser mais controlada.
Eu sou de opinião que os miúdos se devem ser ensinados a gerir o dinheiro desde cedo e para isso têm de lidar com ele.
Beijinho


De Alexandra a 30 de Agosto de 2012 às 03:15
Bem, alguns são hilariantes. "Venda o barco"? Para quem é isto feito? Quem tem um barco, à partida não está a precisar do dinheiro que ele vale. "Não atenda o telefone só porque está a tocar"? Então vou atender quando? Ou melhor, ele precisa de tocar e fazer mais o quê? o pino? para eu o atender :p E reduzir divertimentos, saídas com amigos, desligar a tv, cancelar jornais e revistas... tens a certeza que isto não são regras de uma qualquer seita? :)) Que medo... Parece-me tudo um pouquinho exagerado, e ainda só vai a meio.


De momentosdisparatados a 30 de Agosto de 2012 às 12:06
Seita?
Não creio.
Achei engraçado saber quantas daquelas regras eu fazia.
Sim algumas são exageradas, mas aquilo de reduzir jornais e revistas...parece-me bem.
Há muitos anos...quando as vacas ainda eram gordinhas , eu comprava carradas de revistas e muitas delas não eram lidas na totalidade.
Lembro-me de um dia estar a colocar as revistas para o lixo e fazer as contas por alto de quanto estava a deitar fora. Até aquela altura nuca tinha pensado nisso.
Adoramos ler e passamos a investir mais nos livros, quanto às revistas gostamos da sábado " e nem todas as semana a compro.
Beijinho


De Alexandra a 30 de Agosto de 2012 às 22:48
:)) estava a brincar, claro que não é seita. Só que algumas dicas parece que querem isolar as pessoas, não gostei muito. Eu nem compro revistas :)
Algumas dicas são impossíveis, e muitas impraticáveis em Portugal (viver com metade do ordenado? pois sim, com ele inteiro já só quase se sobrevive) ;). Mas o importante nestas coisas é adaptar à nossa vida.


De Rita @ the busy woman and the stripy cat a 30 de Agosto de 2012 às 09:05
Olá,
Agradecia que referisse a fonte da tradução das 100 dicas do livro da Elaine St. James, que é este post: http://busywomanstripycat.blogspot.pt/2012/07/simplifique-sua-vida.html
Obrigada
rita


De momentosdisparatados a 30 de Agosto de 2012 às 12:10
Rita
Peço desculpa de não ter feito referência ao seu post , mas na altura apenas achei que devia referir o post de onde li.
Já fiz referência e espero que esteja do seu agrado, caso não esteja não hesite em comunicar-me.
Boa semana.


De Monóloga a 30 de Agosto de 2012 às 12:47
olá...
vinha agora aqui dizer para fazeres referência ao blog de onde retirei as dicas... se assim o entendesses, mas que apesar de as dicas serem de Elaine St. James, a pesquisa foi feita por esta blogger... mas já vi que ela se antecipou e já o fizeste.
beijinho


De momentosdisparatados a 30 de Agosto de 2012 às 14:01
adoro andar por aqui, mas não assim muito entendida nesta coisa.
Penso que assim está correcto.
Beijinho


De Monóloga a 30 de Agosto de 2012 às 21:43
:)


De Rita @ the busy woman and the stripy cat a 30 de Agosto de 2012 às 09:10
Já agora, a dica nº 10, de deixar os sapatos à porta, é à porta mas dentro de casa, como é óbvio. O objectivo é não sujar o chão com a porcaria que vem agarrada aos sapatos.


De momentosdisparatados a 30 de Agosto de 2012 às 12:13
Ora mais uma gafe que cometi.
Sabe na altura que li aquela dica apenas me veio à cabeça uma amiga que deixa mesmo os sapatos à porta, mas do lado de fora.
Acredita que é verdade.
Agradeço ter-me elucidado .


De Margarida a 30 de Agosto de 2012 às 15:34
É interessante - também já tinha lido o outro post - mas a verdade é que muitas das dicas não são aplicáveis aos nossos ghábitos portugueses, parecem-me mais para americanos. E também não concordo com algumas dicas, tal como tu. Mas, enfim, cada pessoa deve adaptá-las à sua propria maneira de estar e de viver e a minha já é bastante simples, penso eu...


De momentosdisparatados a 31 de Agosto de 2012 às 09:25
Bom dia Margarida
Ao longo da vida vamos fazendo mudanças, umas por opção outras por obrigação.
Uma das coisas que fui obrigada a fazer que me custa imenso é não poder pegar no carro e ir por esse Portugal fora sem destino e ir aos restaurantes como ia.
Para muita gente isto era um luxo, mas para mim e para o maridão era um prazer.
Vamo-no adaptando consoante a crise.
Bom fim de semana


De Margarida a 31 de Agosto de 2012 às 15:05
Como eu compreendo. Também adorava fazer isso, mas são tempos que já lá vão. Hoje em dia, ir jantar fora ou passar fins de semana por esse Portugal é algo que tem de ser planeado e bem pensado, devido à diminuiçao de €€€ disponíveis para esses prazeres.


De Lynce a 31 de Agosto de 2012 às 09:58
Coloque uma garrafa de litro e meio de água no depósito da sanita, assim em cada descarga poupará litro e meio de água...
:)))


De momentosdisparatados a 31 de Agosto de 2012 às 11:18
Engraçado...andei a fazer isso na Instituição onde trabalho, mas nunca o fiz em casa.


De Lynce a 31 de Agosto de 2012 às 11:24
Pois é...mas experimenta!


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

México - Férias

Depois de quase 2 anos aq...

Férias

Onde estavas com a cabeça...

IRS

Top Páginas - Ontem (11/0...

IRS e os erros

Os nossos governantes têm...

IRS

Vontade de esganar a ciga...

arquivos

Abril 2016

Março 2016

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

tags

2011

2013

a19

abandono

aftas

água

ait

amor

aniversario

aniversário de casamento

aniversario do estaminé

aniversario mãe

anivesário

anivesario

anulação do cartão

arrábida

arrabida

arrendar

artrite reumatóide

aspirina

assalto

assedio

aveiro

avô metralha

banco

batalha

bebés

bijutarias

bipolar

blog

bolinhos

bolo

bookcrossing

bruxo

cabelo

camioneta

campanha

cardiologista

carro

carta

cartão alimentação.

cartão decredito

cartões de credito

casa

cavalete

centro saude

chanel

cheque

cidade

cidade do porto

cigana

cintigrafia

clube da amizade

consulta

deco

destino

divorcios

edp

elaine st. james

electricidade

endoscopia

engano

escapadinhas

exames medicos

ferias

férias

filha

filho

gato

gatos

governo

hospital

idosos

impostos

inspira-me

irs

livros

medicação

medico

medo

milka

mudança

multa

natal

ovelhas

pai

pais

passeio

porto

poupar

republica dominicana

saúde

sinal

sintra

tiróide

trabalho

tunísia

velhotes

vida

vizinhos

todas as tags

favoritos

Vamos, então, por partes

Leilão de eletricidade

Lilica - Cadela solidária

Como fazer novas amizades...

contador de visitas
blogs SAPO
subscrever feeds