Terça-feira, 30 de Julho de 2013

Quase 2 meses depois de a filhota ter iniciado os exames médicos, finalmente posso respirar de alívio.

 

Dirão vocês "nós dissemos que não era nada de grave e que te estavas a preocupar antecipadamente" e têm toda a razão...felizmente.

 

 Mas era impossível ficar tranquila depois de chegarem o resultado das primeiras analises e começar a fazer as minhas pesquisas na Internet (sei que não o devia de ter feito, mas...). Ainda mais quando o pensamento da médica passava, ainda que ao de leve pelo mesmo diagnostico que o meu. Ela sempre achou que o mais provável era ser uma tiroidite, mas que teria de excluir primeiro o Lúpus e artrite reumatóide. Estas eram as doenças que me estavam a deixar naquele estado de ansiedade e stress. Alguns sintomas que ela tinha eram comuns das duas doenças.

 

Da médica só posso dizer bem, pois passou todos os exames para despiste e apesar de a minha filhota refilar por ter de fazer tantas análises e exames fez tudo o que estava ao seu alcance para nos deixar tranquilas.

 

Agradeço a todos os que passaram por aqui a deixar palavras de apoio.



publicado por momentosdisparatados às 18:40 | link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito

Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

Devido ao "problema “da filhota, que ainda se encontra a aguardar mais resultados e que me faz andar sem grande cabeça para fazer o que gosto, apercebi-me agora que ainda não tinha feito nenhum post dedicado às minhas férias na Tunísia.

 

No dia que embarcamos e como vem sendo habito, saímos de Portugal com chuva. O que me dificulta a vida. Sim, porque a escolha da roupa para esse dia deixa-me sempre indecisa. Se levo roupa mais quente corro o risco de chegar ao destino e estar um calor infernal, se vou com roupa fresca sofro de frio até embarcar...enfim vida de mulher.

 

Se fosse homem, certamente isto não seria nenhum problema.

 

O embarque correu bem, assim como a viagem, que durou pouco mais de 2 horas (partida de Lisboa).

 

À chegada tínhamos à espera o guia da operadora "Viajar". O míni autocarro levou-nos ao hotel Averroes http://www.iberostar.com/pt/hoteis/hammamet/iberostar-averroes  situado em Hammamet Yasmine. Aqui tenho de referir que foi engraçado colocarem a bagagem nos bancos traseiros, fazendo com que fossem abertos uns banquitos no corredor do autocarro para que as pessoas fossem sentadas. Havia a opção de colocarem as malas no tejadilho, mas isso dava bem mais trabalho.

 

Chegamos ao hotel cerca das 22 horas e tínhamos à nossa espera bastante comida. Coisa que não estava à espera, pois tinha lido vários comentários a informar que normalmente deixavam no quarto umas sandes e umas saladas.

 

Depois da barriga cheia fomos conhecer o quarto. Foi uma boa surpresa, pois deram-no s uma enorme suite. Tanto eu como o maridão não somos nada esquisitos no que se refere a os aposentos, mas achamos graça terem-nos dado uma sem termos pedido. E digo engraçado porque quando andamos a pesquisar sobre o hotel tínhamos lido um comentário de uma pessoa que dizia "raios e coriscos do hotel. Estava furioso porque não lhe tinham dado uma suite.

 

Depois do dia cansativo que tínhamos tido dormimos que nem pedras.

 

Depois do pequeno-almoço maravilhoso foi altura de conhecer a praia e o hotel.

 

Em relação à praia foi uma desilusão. A água estava suja, assim como a areia. Eram sacos de plástico, algas e dejectos dos camelos que caminhavam na parai à procura de turistas. Além disso a agua ainda era fria, não que eu quisesse tomar banho naquela água, mas ainda assim gostaria que a temperatura fosse como na Republica Dominicana.

 

Felizmente e por incrível que pareça a água do mar nos restantes dias esteve limpa, mas infelizmente continuou fria. Claro que eu não sou a melhor pessoa para falar na temperatura da água, já que sou uma friorenta sem emenda.

 

A desilusão não se manteve apenas com o mar. Infelizmente a comida foi a minha grande dor de cabeça. Confesso que no que se refere à comida posso dizer que sou o pesadelo dos cozinheiros, já que não há muita coisa de que goste, mas bastava ter uma carnita ou um peixito grelhado sem especiarias e eu seria uma mulher feliz. Para terem uma ideia do meu suplício, numa determinada altura digo ao maridão " faltam apenas 7 refeições devo aguentar". Sei que para quem é "boa boca" não me deve compreender, mas até o maridão dizia que já estava farto de frango e das especiarias. Houve uma altura em que falamos ir a algum restaurante, mas depois de irmos fazer um passeio de barco (estou cada vez mais corajosa) e darem-nos sardinhas assadas com especiarias, achei que não valia a pena.

 

Já sabia que a cozinha tunisina era bem diferente da nossa, mas esperava ter comida internacional que que o hotel era de uma cadeia de hotéis conhecida e internacional. O ano anterior tinha estado num da mesma cadeia e a comida tinha sido deliciosa.

 

Não posso dizer que a culpa seja apenas da hotel...quem me manda ser tão esquisita?

 

Já que nas refeições principais, quase não comia vigava-me no pequeno-almoço e lanche.

 

O famoso mini autocarro

 

Pequeno almoço delicioso

 

 

Entrada do hotel

 

Paisagem vista numa dasvarias esplanadas

 

Espetaculo de faquires no passeio de barco

 

 



publicado por momentosdisparatados às 00:11 | link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Segunda-feira, 22 de Julho de 2013

Quem passa por aqui sabe que adoro gatos e como tal não perco uma oportunidade de tirar fotos aos meus dois mimados.

Quando encontramos pessoas que partinham este amor acabamos por falar dos animais como de filhos se tratassem. Numa dessas conversas prometi à Anabela dona deste http://oblog-do-nosso-gatinho.blogs.sapo.pt blog que iria colocar fotos dos meus gatos.

Hoje é o dia de cumprir a promessa.

 

 

 

 

 

 

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 19:47 | link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito (1)

Sexta-feira, 19 de Julho de 2013

Acordei a pensar que tenho de fazer algo por mim, ou melhor pela minha saúde.

 

Isto de passar parte da noite acordada a pensar em problemas que podem não existir, pensar no trabalho, pensar que este ou aquele precisa da minha ajuda, pensar que há pais que não merecem ser pais e pensar que amanhã tenho isto e aquilo para fazer tem de acabar.

 

Tenho a cabeça pesada e parece que fui atropelada por um camião. Não que alguma vez tenha sido (felizmente), mas imagino que doa o corpo todo.

 

Como não tenho nenhum botão para desligar estes meus estados quase diários vou ter de colocar metas.

 

Sim, porque mudar não vai ser tarefa fácil, eu diria até que me parece uma tarefa impossível.

 

Para o resto do mês preciso de conseguir:

 

-Descontrair e viver a vida sem stress;

 

-Deixar de vir para casa martirizar-me porque não consegui cumprir o meu plano mental no trabalho;

 

-Deixar de fazer plano mental para cada dia de trabalho (a grande maioria das vezes sai furado);

 

-Deixar-me de martirizar quando não consigo fazer o que este ou aquele idoso me pede. Afinal não sou a Madre Teresa de Calcutá e nem tudo o que nos pedem nos compete ou podemos fazer (esta vais ser difícil);

 

-Não antecipar os problemas, pois a grande maioria das vezes sofremos sem motivo;

 

-Ser menos pessimista;

 

-Evitar estar no meio da guerra familiar e querer a todo custo unir a família. Cansa e desgasta ouvir as 2 partes, ou melhor as 3 partes (pais, irmão e cunhada ou melhor ex. cunhada). Cada um tem as suas razões, mas são tão casmurros que só sabem "disparar" uns contra os outros;

 

-Deixar de pensar que "aquele" pai deveria preocupar-se e querer saber o estado de saúde da filha (esta é a mais difícil de engolir);

 

-Deixar de fazer planos.

 

 

 

Não será fácil cumprir estas metas, mas sei que para a saúde e para a minha sanidade mental vou ter de o fazer.

 

 



publicado por momentosdisparatados às 10:36 | link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Quinta-feira, 11 de Julho de 2013

Inssssssspira...exxxxpira....inssssssspira...exxxxpira...é assim que tenho estado durante algum tempo para ver se consigo acalmar-me. Não está a resultar.

 

Parece que quando aparece um problema dois ou três seguem o mesmo caminho.

 

Sei que normalmente estas fases menos boas são seguidas de fases de acalmia e descontracção, mas estou sem paciência para lidar com estas situações.

 

A fase do acidente de trabalho do maridão (felizmente já recuperado) e do "problema" de saúde da filhota não é novidade, mas como estes dois eram poucos vai daí aqui a menina tem mais dois(por enquanto) para resolver.

 

A meio de Maio resolvi mudar de fornecedor de electricidade e gás, uma vez que a campanha da EDP Casa total click dava-me mais descontos do que a Galp On. Depois de alguns bastantes contratempos passei a cliente da EDP. O mês passado recebi uma factura de electricidade para pagar, coisa que me deixou "passada dos carretos". Passei-me por dois motivos, um foi porque me tinham dito que para ter aqueles descontos a factura teria de ser bimensal (não me agradou, mas teve de ser) e estas aparecia 24 dias depois. O outro foi quando vi que a contagem da luz estava muito acima do que tinha gasto. Ao telefone explicaram-me que inicialmente tinham faltado alguns elementos (coisa que não tive culpa) e que teve de ser feito novo contracto e que a contagem tinha sido facultada pela Galp On. Forneci a contagem correcta (novamente) e estou a aguardar problemas nova factura. Claro que fui à loja Galp (e vários telefonemas) aqui na zona para pedir explicação uma vez que tinha dado a contagem à relativamente pouco tempo. O que queria dizer que era impossível ter gasto tanto em tão pouco tempo e pior a contagem marcava o que ainda não tinha gasto Fiquei a saber que tinha uma factura nada pequena para pagar do acerto. Se já estava “passada” ainda fiquei mais, uma vez que na minha última ida à loja quis saber se estava a pagar mais ou menos do que estava a gastar, uma vez que tinha a conta certa. Foi-me dito para estar descansada que se naquele momento quisesse fazer o acerto iria receber cerca de 100 Euros. Como é que em tão pouco tempo tenho mais de 100 euros para pagar?

 

Foram vários os telefonemas para o número da Galp On para resolver a situação, uma vez que deixei bem claro que não iria pagar o que ainda não tinha consumido.

 

Ontem recebo um telefonema a informar que a lei prevê as estimativas e sendo assim teria de pagar a tal factura e depois resolver a situação com a EDP.

 

Ora deixei de ser ciente da Galp On no dia 2 Junho e agora dia 11 de Julho ainda não gastei de luz aquilo que me querem cobrar e dizem que a lei prevê estimativas?

 

Acima do que o contador marca?

 

Aguardo problemas resolução do caso.

 

Segunda dor de cabeça: O meu carrito resolveu ir de férias para a oficina. Ontem o ponteiro do termostato chegava a meio (o normal) e baixava um pouco, depois voltava a subir. Tinha visto a água do radiador e apesar de não ter muita ainda tinha alguma. Zangada, com o veiculo dirigi-me à oficina e expliquei a situação. Lembrei-me de lhe dizer que ontem, também me cheirava a gasolina e que era melhor ver o que se passava. Vim para casa tranquila uma vez que ele me tinha dito que o preço do termostato não era nenhuma fortuna. Estava relaxadinha a ler uma revista quando me liga a dizer "receio não ter boas noticia".

 

Engolindo em seco, atiro-lhe "desembucha".

 

- O cheiro da gasolina vem da bóia que está estragada...o preço é de 170 Euros.

 

Mereço, tudo isto?

 

Não, não mereço...

 

Uma notita sem importância…este post está atrasado umas horas, pois quando o ia publicar fiquei sem Internet. E como isto era pouco ainda fiquei sem telefone e sem Tv.

Vinguei-me na tablete de chocolate!



publicado por momentosdisparatados às 20:28 | link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Quinta-feira, 4 de Julho de 2013

Porque ultimamente apenas tenho aqui escrito sobre doença e médicos tinha prometido a mim mesma que só voltaria a falar deste assunto quando os resultados médicos da filhota chegassem. Tinha prometido mas não poderei cumprir. E creio ter motivo mais do que suficiente para estar aborrecida e escrevinhar o que me vai na alma.

 

Será aceitável ter um hospital a cerca de 6 quilómetros de casa onde fazem a tal Cintigrafia que a minha filha tem para fazer e ter de fazer 160 quilómetros para a poder fazer e usufruir do da credencial?

 

Fazendo em Coimbra apenas paga 7 euros e fazendo na minha cidade paga 52 euros.

 

Não estou a ver nenhuma, mas credito que haja uma explicação e que tenha a ver com as parcerias publico privadas, mas não seria normal que os hospitais pudessem fazer os exames médicos pelo mesmo valor?

 

Claro que tive de fazer contas, pois ao preço do exame em Coimbra terei de juntar a gasolina, mas ainda assim fica bem mais barato. O dia que irei perder posso descontar nas férias. Menos mal…



publicado por momentosdisparatados às 12:10 | link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Segunda-feira, 1 de Julho de 2013

Cheguei há 1 semana de férias e embora tenha passado por aqui algumas vezes a preguiça não me deixou escrever.

 

A semana que passei fora de Portugal correu bem, embora tenha ficado aquém das minhas expectativas, mas ainda assim não foi mau. Sei que o facto de ter ido com o pensamento no "problema" de saúde da minha filha também dificultou eu poder apreciar a viagem.

 

Sobre o problema dela continuamos como de início. Analise, exames e agora vai fazer uma Cintigrafia da Tiróide. A médica acha que será apenas tiróide, mas ainda assim quer ter a certeza que não será nada mais.

 

Como devem calcular sendo eu uma pessoa ansiosa, o meu coração está apertadinho.

 

Hoje volto ao trabalho e sei que isso vai fazer-me esquecer esta ansiedade. Por um lado gostaria de ficar mais uma semanita de papo para o ar, mas por outro quero que estas semanas passem rapidamente e só a trabalhar é que consigo desligar-me deste "problema"


tags:

publicado por momentosdisparatados às 09:26 | link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

México - Férias

Depois de quase 2 anos aq...

Férias

Onde estavas com a cabeça...

IRS

Top Páginas - Ontem (11/0...

IRS e os erros

Os nossos governantes têm...

IRS

Vontade de esganar a ciga...

arquivos

Abril 2016

Março 2016

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

tags

2011

2013

a19

abandono

aftas

água

ait

amor

aniversario

aniversário de casamento

aniversario do estaminé

aniversario mãe

anivesário

anivesario

anulação do cartão

arrábida

arrabida

arrendar

artrite reumatóide

aspirina

assalto

assedio

aveiro

avô metralha

banco

batalha

bebés

bijutarias

bipolar

blog

bolinhos

bolo

bookcrossing

bruxo

cabelo

camioneta

campanha

cardiologista

carro

carta

cartão alimentação.

cartão decredito

cartões de credito

casa

cavalete

centro saude

chanel

cheque

cidade

cidade do porto

cigana

cintigrafia

clube da amizade

consulta

deco

destino

divorcios

edp

elaine st. james

electricidade

endoscopia

engano

escapadinhas

exames medicos

ferias

férias

filha

filho

gato

gatos

governo

hospital

idosos

impostos

inspira-me

irs

livros

medicação

medico

medo

milka

mudança

multa

natal

ovelhas

pai

pais

passeio

porto

poupar

republica dominicana

saúde

sinal

sintra

tiróide

trabalho

tunísia

velhotes

vida

vizinhos

todas as tags

favoritos

Vamos, então, por partes

Leilão de eletricidade

Lilica - Cadela solidária

Como fazer novas amizades...

contador de visitas
blogs SAPO
subscrever feeds