Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

Hoje ao passar no blog da amiga manu e ao ver a foto deste post  http://existeumolhar.blogs.sapo.pt/200972.html senti vontade de ver as fotos que tirei em Óbidos.

Costumo dizer que se um dia tiver a sorte de me calhar um premio bem chorudo comprarei uma casa em Óbidos.

Porquê?

Porque é um sitio lindo, romântico e tem uma ginjinha maravilhosa.

 

 

 

 

 

 

 

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 23:07 | link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito

Sexta-feira, 27 de Abril de 2012

A minha inspiração não é muita, como tal a ajudinha do sapo é muito bem-vinda.

Ainda mais quando é para participar sobre algo que eu gosto.

Confesso que actualmente não tenho lido com tanta frequência como gostaria... o relógio não pára  e o tempo não dá para tudo.

A minha mãe desde cedo me incutiu o hábito da leitura.

Os primeiros livros que me recordo foram os livros da Anita, a colecção " uma formiguinha" e os" Cinco". Depois veio a fase das fotonovelas e a revista "Bravo".

Durante alguns anos deixei de ler, não me recordo bem o porquê, mas creio que o casamento e um marido que não tinha o hábito da leitura contribuíram para isso.

Já no segundo casamento foi precisamente o contrario...montanhas de livros...conversas sobre livros e o gosto pela leitura regressou.

Passei a gostar de outros livros, já não eram apenas os livros com histórias românticas.

Actualmente ADORO Daniel Silva http://www.portaldaliteratura.com/livros.php?livro=4436 .

Todos estes     moram cá em casa e alguns estão à espera de serem lidos, aqui pela menina.

 

 

Actualmente estou a deliciar-me com  este.



publicado por momentosdisparatados às 11:11 | link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

Os gatos não são muito amigos de tomar banhinho e o meu Snoo não é excepção.

Depois de um longo passeio e de muitas" reboladelas" fui obrigada a chegar a casa e dar-lhe uma banhoca.

Coisa que detestou.

Como morre de medo do secador tive de o deixar secar ao sol e depois, para se vingar enfiou-se dentro do roupeiro.

Isto, porque sabe que eu detesto que o faça.

 

 

 

 

 

 



publicado por momentosdisparatados às 00:54 | link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

Depois de 3 dias em casa com muito sofá, muito descanso e muitas dores no corpo resolvi castigar o meu corpinho.

Nada melhor(pelo menos não me ocorre nada melhor) do que arrastar moveis para o nosso corpinho se queixar

Aqui a menina farta-se rapidamente da decoração da casa e muitas vezes basta alterar a disposição de algum mobiliário para dar outro "ar"ao lar .

A mesa da sala de jantar passou para a cozinha. Estava farta de ter de me levantar para ir à cozinha sempre que me esquecia de algo.

Felizmente que tinha espaço e a cor da mesa era a mesma dos moveis da cozinha.

Para disfarçar o espaço que tinha ficado na sala resolvi trazer o sofá que estava na divisão que utilizo como escritório, sala de passar a ferro e sala do computador.

Felizmente que os sofás que estão na sala são bejes...não ficaram nada mal com o antigo sofá verde. 

Para tudo estar perfeito faltava apenas retirar tudo o que estava no móvel da sala e arrastar os vários elementos para o centro da parede.

Já tudo estava no sitio quando resolvi alterar a disposição do móvel.

Hum, parece outra casa!

Oh corpinho agora sim, já te podes queixar com dores, muitas dores!

 

 

 

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 14:14 | link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito

Segunda-feira, 16 de Abril de 2012

Há cerca de 9 anos estava grávida. Uma gravidez muito desejada depois de vários anos de tentativa.

Recordo-me perfeitamente, como se fosse hoje quando recebi o teste de gravidez.

Telefonei logo ao meu marido e claro como seria de esperar ficou radiante.

Para completar a emoção desse dia, apareceu no meu emprego com a minha filha, acompanhados com um ramo enorme de rosas.

Bem, fui um choradeira...de tanta felicidade.

Ainda nesse dia marquei a consulta para o ginecologista, consulta essa que foi passado uns dias.

Acompanharam-me à consulta o maridão e a filhota...a felicidade era enorme e nunca me passou pela cabeça que algo pudesse estar mal.

Durante a ecografia e devido à demora do médico apercebi-me que havia qualquer coisa...

A ansiedade tomou conta de mim...

Doeu muito, ouvir o médico dizer que não estava a gostar daquilo que estava a ver.

Muitas idas e vindas ao hospital para fazer ecografias para se descobrir o que se passava.

Duas longas semanas se passaram até ao dia em que perdi o bebé.

Achei que tinha ultrapassado este triste acontecimento, mas hoje ao ver o programa da Fátima Lopes revivi tudo novamente.

Dói, dói muito...

Cada um de nós pode vive a dor de de forma diferente e não posso dizer que a minha dor seja mais pequena por ter perdido um filho às 8 semanas, mas acredito que perder um filho no fim da gravidez seja ainda mais difícil de ultrapassar.

 As duas convidadas do programa viveram este drama.

Também tomei conhecimento de que dia 6 de Maio vai haver uma iniciativa da associação Projecto Artémis, lançamento de balões dos pais que perderam filhos durante a gravidez.

Talvez tenha coragem em participar, já que a minha cidade vai ser uma das 5 a participarem nesta iniciativa.

 

 

 

 


tags: ,

publicado por momentosdisparatados às 21:19 | link do post | comentar | ver comentários (40) | favorito

Sábado, 14 de Abril de 2012

O tempo passa tão rápido
que por vezes olhamos para trás pensamos "Tantos anos? Não pode ser!"

A 7 de Maio de 2007
entrei para o curso de Geriatria que durou 18 meses.

Nesses 18 meses além de
aprender imenso, o que contribuiu para ser a boa profissional que sou (tão
modesta que sou), também tive o prazer de conhecer 17 pessoas.

Pessoas com feitios
diferentes, maneiras de estar diferentes, maneiras diferentes de querer
aprender, mas que contribuíram para eu evoluir como pessoa.

Claro que houve pessoas
que me marcaram mais do que outras, mas todas elas foram importantes.

A Alice foi uma das que
mais me marcou e creio que a todas, incluindo formadores. Era com ela que eu ia
e vinha nos transportes públicos, era a ela que dava uns “puxões de
orelhas" (muitos), e foi a ela que apoiei quando sofreu de violência
domestica. Houve alturas que vivia mais a vida dela do que a minha e alturas em
que temi pela sua vida (e pela minha). Uma das muitas situações que me marcaram
foi quando recebeu uma mensagem do Ex. marido a dizer que se ia matar, junto
com o filho menor(estávamos nas aulas). Nem pensei duas vezes, peguei nela e
fomos à polícia. Nunca tinha entrado numa esquadra muito menos para fazer uma
queixa.

Sempre que ouvia
histórias de mulheres que denunciavam os maridos e que diziam que a polícia não
fazia nada, achava que estavam a exagerar.

Naquele dia vivi eu
mesmo essa situação. Estava tão indignada quando o polícia referiu que nada
poderia fazer a não ser registar a queixa

e aguardar que o juiz
mandasse chamar os dois intervenientes, que lhe disse " Não acha que nessa
altura pode ser tarde?"

Segundo ele, só o
poderiam prender se fosse apanhado em flagrante delito. Ora ai estava algo
impossível, já que os actos de violência eram cometidos dentro da sua própria
casa.

Era tão grave a situação
que uma das formadoras propôs ajudar e segundo ela a maneira mais segura era
pegar no filho e ir para um abrigo de mulheres vítimas de violência domestica.

Não aceitou fugir mas
felizmente está viva.

A sua história de vida é
comovente e muito triste...adoraria que a sua vida se transformasse e que fosse
feliz.

Para comemorar o
aniversário da turma vamos fazer um jantar.

E quem ficou incumbida
de o organizar?

Pois, aqui à
"Je".

Não tivesse sido eu a
delegada de turma!

Já sei que vou andar
ansiosa e stressada com a organização, mas o importante é que vamos ter
oportunidade de estarmos juntas para contar as novidades.


tags:

publicado por momentosdisparatados às 17:46 | link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Sexta-feira, 6 de Abril de 2012

Esta é uma visitinha rápida, aqui ao estaminé apenas para desejar uma feliz Páscoa a todos os que passarem por aqui.

E agora vou dormir para pôr o sono em ordem.

A noite de trabalho não foi "pêra doce" e aproxima-se mais uma.

Ah, não se esqueçam de não abusarem nas amêndoas e nos ovinhos de chocolate.

 Imagem retirada daqui: http://www.google.pt/search?tbm=isch&hl=pt-PT&source=hp&biw=1280&bih=705&q=fotos+pascoa&gbv=2&oq=fotos+pascoa&aq=f&aqi=g1&aql=&gs_l=img.3..0.2365l5266l0l6017l12l12l0l3l3l0l102l722l8j1l9l0.frgbld.

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 17:08 | link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Segunda-feira, 2 de Abril de 2012

Hoje ao ver o programa da TVI recordei a pior fase da minha vida.

Foram muitos anos a vive-la, muitos anos a ser anulada como pessoa, muitos anos a acreditar que não tinha qualquer valor, muitos anos a sofrer em silêncio e muitos anos a desejar o divorcio.

O porquê de demorar muitos anos?

A vergonha, o medo de ficar sozinha, o medo de acreditar que nada valia,...

Estas recordações fizeram com que eu fosse ler o meu diário.

Estes são alguns excertos:

 

"eu não tinha o hábito de
comentar a minha vida, tinha imensa vergonha, não sei o porquê mas não gostava
que os outros soubessem que não era feliz, talvez porque o meu marido fazia-me
sentir que tudo era culpa minha, que não sabia fazer nada, que não era
inteligente! Ele não me agredia fisicamente, mas psicologicamente deixava-me de
rastos..."

 

"Digamos que não era uma
solução nada fácil, especialmente para uma pessoa tão pouco corajosa como eu.
Todos os dias eu dizia: é hoje! Mas o medo era tanto, medo que ele me matasse,
medo de perder a minha filha, medo do falatório que ia ser, medo de envergonhar
os meus pais..."

 

"No dia seguinte, os meus
pais vieram-me buscar, e como ele tinha dito, só levei a minha filha, as nossas
roupas e 500 escudos..."

 

"O pai vinha buscá-la de
quinze em quinze dias, não falávamos, quer com os meus sogros quer com a
restante família, e claro com a maior parte dos amigos que tínhamos em comum.
Apesar disso, sempre fiz questão da minha filha continuar a vê-los..."

 

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 22:43 | link do post | comentar | ver comentários (36) | favorito

mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

México - Férias

Depois de quase 2 anos aq...

Férias

Onde estavas com a cabeça...

IRS

Top Páginas - Ontem (11/0...

IRS e os erros

Os nossos governantes têm...

IRS

Vontade de esganar a ciga...

arquivos

Abril 2016

Março 2016

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

tags

2011

2013

a19

abandono

aftas

água

ait

amor

aniversario

aniversário de casamento

aniversario do estaminé

aniversario mãe

anivesário

anivesario

anulação do cartão

arrábida

arrabida

arrendar

artrite reumatóide

aspirina

assalto

assedio

aveiro

avô metralha

banco

batalha

bebés

bijutarias

bipolar

blog

bolinhos

bolo

bookcrossing

bruxo

cabelo

camioneta

campanha

cardiologista

carro

carta

cartão alimentação.

cartão decredito

cartões de credito

casa

cavalete

centro saude

chanel

cheque

cidade

cidade do porto

cigana

cintigrafia

clube da amizade

consulta

deco

destino

divorcios

edp

elaine st. james

electricidade

endoscopia

engano

escapadinhas

exames medicos

ferias

férias

filha

filho

gato

gatos

governo

hospital

idosos

impostos

inspira-me

irs

livros

medicação

medico

medo

milka

mudança

multa

natal

ovelhas

pai

pais

passeio

porto

poupar

republica dominicana

saúde

sinal

sintra

tiróide

trabalho

tunísia

velhotes

vida

vizinhos

todas as tags

favoritos

Vamos, então, por partes

Leilão de eletricidade

Lilica - Cadela solidária

Como fazer novas amizades...

contador de visitas
blogs SAPO
subscrever feeds