Segunda-feira, 2 de Julho de 2012

 

Depois da viagem, que contei no post anterior achei que no
dia seguinte estaríamos a dormir até tarde.

 

Qual quê?

 

Acordamos à mesma hora, o que quer dizer que às 8 horas já estávamos
a tomar o pequeno almoço.

 

Depois de um mergulho no mar...perdão... da minha parte não
se pode considerar um mergulho é mais uma molhadela(a menina andou de lancha,
mas continua com medo do mar, ainda que não tenha ondas), fomos fazer uma
caminhada.

 

Já tinha dito ao maridão que tínhamos de ir ver as barracas
com o artesanato, mas se há coisa que ele não gosta de fazer é andar a pé, mas
também se há coisa que eu sei fazer é "dar-lhe a volta".

 

Não ficavam perto, mas caminhar à beira mar e mandar umas
mergulhos molhadelas até chegar lá tornava a coisa muito mais fácil.

 

 

O que não foi fácil foi arranjar paciência para "aturar
“os vendedores. Especialmente para pessoas como nós que gostamos de gostamos de
entrar numa loja barraca e estar a ver as coisas à vontade sem ser pressionada.

 

Ali...é impossível.

 

De inicio chega a ter graça, mas passar em frente a uma
barraca e o vendedor agarra na nossa mão elevarem-nos para dentro do
"estaminé" não é agradável.

 

Não posso dizer que tenham sido mal-educados, mas é uma
tortura constante. Ainda mais quando praticamente todas as barracas têm o mesmo
artigo.

 

De qualquer forma não deixou de ser engraçado, especialmente
quando conhecemos o vendedor João.

 

 O dialogo entre nós e
ele foi feito em "portunhol"  o
que quer dizer português misturado com espanhol.

 

Depois de termos passado por 3 "torturas" nas
barracas anteriores e estarmos a pensar voltar para trás aparece outro vendedor
a insistir para ir ver a barraca dele. Pergunta-nos de onde somos e o que se
passou a seguir é que não estávamos nada à espera.

 

-Portugal? Batatas com "bacalau" e Emanuel...

 

-Emanuel?

 

-Se elas querem um abraço ou um beijinho nós pimba, nós
pimba.

 

Desatamos a rir!

 

-Tu conheces o Emanuel?

 

-Si, si,"conhoço". Ele queria gravar um CD
comigo...não ter "dinero" para me pagar...3 "milhones" de dólares.

 

Só por aquela risota tinha valido a pena ir até lá.

 

Claro que não me deixou sair de lá sem comprar alguma coisa.

 

Vi uns brincos para a minha filha e perguntei o preço.

 

-40 dólares...

 

-40? (fiz o sinal que estava maluco)

 

-Quanto dás?

 

Andamos ali para trás e para a frente com valores e nenhum de
nós aceitava, até que acabei por dizer que ia embora.

 

-Ok, 10 dólares e dou-te um "regalito".

 

Ainda pensei " um regalito? Ainda me vais pedir
dinheiro por ele".

 

Apesar de sair de lá com uns brincos lindos por 10 dólares e
uma pulseira de oferta tenho a certeza que mesmo assim ainda fui enganada.

 

Provavelmente conseguia tirar aquilo por 5 dólares.

 


tags:

publicado por momentosdisparatados às 12:42 | link do post | comentar | favorito

14 comentários:
De sentaqui a 2 de Julho de 2012 às 17:29
Ao ler a tua descrição dos vendedores, lembro-me de situação idêntica em Marrocos. É de fugir, mas a regra de ouro é regatear, eles até ficam incomodados se não o fazemos e logo eu que não tenho jeito nenhum para o regateio
Mas são estes pequenos detalhes que fazem as nossas histórias de viagens serem inesquecíveis.

Beijinhos


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 14:37
É verdade, ainda bem que passamos por algumas peripécias , nas viagens.
Mas são de nos deixarem doidos.
Já tinha ouvido falar dos vendedores de marrocos.
Até em Israel eles são assim.
Beijinho


De Miss Pepper a 2 de Julho de 2012 às 21:38
Está muito mal mostrar-se fotos dentro de uma água maravilhosa!
que situação cómica! agora já sabes como é, tens de aprender a regatear para quando voltares lá de novo.

Beijocas


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 14:38
Que saudades daquela agua e só passaram duas semanitas.
Não sei não, acho que fujo a sete pés dos vendedores.
Beijinho


De Margot a 3 de Julho de 2012 às 15:53
Muito os vendedores gostam de regatear, mas se tem de ser, nós, portugueses, aceitamos o desafio! Ehehehehe!


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 23:18
Não sou nada de regatear...tenho vergonha. Já o meu marido não tem problema nenhum.


De Teresa a 3 de Julho de 2012 às 19:04
Oh que bela fotografia e sem dúvida que estou com vontade de lá ir! Essas águas!


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 23:18
Acho que fazes muito bem.
Beijinho


De Butterfly a 3 de Julho de 2012 às 20:42
Loooool... k riso aquela do emanuel!!!
Ai se o teu mardiao ve aquela parte do "se há coisa que sei é dar lhe a volta" loool
Mas é verdade, nc fui a republica, mas pelo k dizes a cultura parece muito idêntica aos cubanos, mexicanos e por aí em diante... (a vender não nos largam!!) um beijinho grande


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 23:21
Alguma vez imaginei que na Republica Dominicana conheciam a musica do Emanuel?
Isso do meu marido...ele sabe que é verdade, mas ele também me sabe dar a volta quando quer.
Mexico e Cuba são outros pais que gostava deconhecer.
Beijinho


De Rosinda a 3 de Julho de 2012 às 20:44
Olá!
Não sei porque cargas de água no meu perfil não aparecem os teus posts...!
Belas férias bem retratadas com algumas peripécias à mistura... gostei de ler e ver!
Beijinho
Rosinda


De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 23:22
Não aparecem?
Pois não imagino o porquê.
Foram tão boas, Rosinda.
Beijinho


De golimix a 4 de Julho de 2012 às 17:00
A cor da água é esplêndida.



De momentosdisparatados a 6 de Julho de 2012 às 23:24
E a temperatura também.
Beijinho


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

México - Férias

Depois de quase 2 anos aq...

Férias

Onde estavas com a cabeça...

IRS

Top Páginas - Ontem (11/0...

IRS e os erros

Os nossos governantes têm...

IRS

Vontade de esganar a ciga...

arquivos

Abril 2016

Março 2016

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

tags

2011

2013

a19

abandono

aftas

água

ait

amor

aniversario

aniversário de casamento

aniversario do estaminé

aniversario mãe

anivesário

anivesario

anulação do cartão

arrábida

arrabida

arrendar

artrite reumatóide

aspirina

assalto

assedio

aveiro

avô metralha

banco

batalha

bebés

bijutarias

bipolar

blog

bolinhos

bolo

bookcrossing

bruxo

cabelo

camioneta

campanha

cardiologista

carro

carta

cartão alimentação.

cartão decredito

cartões de credito

casa

cavalete

centro saude

chanel

cheque

cidade

cidade do porto

cigana

cintigrafia

clube da amizade

consulta

deco

destino

divorcios

edp

elaine st. james

electricidade

endoscopia

engano

escapadinhas

exames medicos

ferias

férias

filha

filho

gato

gatos

governo

hospital

idosos

impostos

inspira-me

irs

livros

medicação

medico

medo

milka

mudança

multa

natal

ovelhas

pai

pais

passeio

porto

poupar

republica dominicana

saúde

sinal

sintra

tiróide

trabalho

tunísia

velhotes

vida

vizinhos

todas as tags

favoritos

Vamos, então, por partes

Leilão de eletricidade

Lilica - Cadela solidária

Como fazer novas amizades...

contador de visitas
blogs SAPO
subscrever feeds