Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

Quando decidi participar neste desafio, lembrei-me logo de um episodio passado no ginecologista, que não é propriamente passado numa fila em pé, mas  poderá dizer-se "numa fila sentada".

Já tinha marcado  a consulta há uns tempos e uns minutos antes da hora marcada lá estava eu.

Não que achasse que iria ser atendida antes da hora marcada, tanto mais que ali os atrasos das consultas eram sempre enormes mas é um habito que eu tenho e nunca me lembro de ter chegado atrasada para qualquer compromisso.

O medico normalmente costumava chegar depois das 16 horas, mas as primeiras consultas eram sempre marcadas para as 15 horas e nunca compreendi o porquê, mas marcavam sempre duas consultas para as 15 horas.

Portanto não era difícil a coisa atrasar-se.

Quando cheguei perguntei, à funcionaria quantas pessoas tinha à frente, há qual respondeu " tem as duas senhoras da 15h, tem a das 15,15h, e 16h".

Como eu era das 15,30h imaginei que teria ainda apenas 3 pessoas à frente.

Entretanto iam chegando mais pessoas e depois das duas primeiras já estarem atendidas entra uma das que tinha chegado muito depois.

Ainda estava a tentar perceber se eu é que tinha visto mal e de facto a senhora já lá estava ou então tinha entrado à frente, quando a outra senhora das 15,15h se levanta e vai perguntar o porquê de a outra entrar.

A funcionaria com a sua antipatia "simpatia" respondeu "entrou porque foi falar com o Sr. Doutor".

É habitual entarem pessoas sem consulta marcada(pelo menos eu assisto muitas vezes), mas não custava nada à funcionaria ter informado antes, isso mesmo.

Já estava a dentro do consultório a pessoa antes de mim quando entrou um homem. Pensei eu serer o marido de alguma paci~ente que chegaria entretanto.

Quando chegou a minha vez eis que entra  a mulher das 16 horas.

Eu nem queria acreditar no que estava a ver. Então eu era antes dela(apesar dela já lá estar) e entrava antes de mim?

Claro que transmiti a minha indignação, mas mais indignada fiquei quando a idiota da funcionaria me responde " Ah, mas ela já cá estava antes de si e agora entra aquele senhor que é o técnico do ar condicionado".

Eu estava a espumar de raiva e respondo-lhe" Pode-me exlpicar então para que é se marca consulta? Assim bastava ser por ordem de chegada e não havia as confusõe ue costuma haver. Olhe e já agora a senhora e o medico façam bom proveito do tecnico, porque eu vou-me embora!".

Ainda me veio chamar às escadas, mas eu nem quis saber, tal era a minha raiva.

Não podia permitir que tivesse de pagar e ser assim tratada.

O que é certo é que passado uns minutos o medico me ligou para saber o que se tinha passado. Provavelmente tinha ouvido a discussão. 

Apesar do medico me dar razão e pedir desculpa resolvi não voltar. Sim porque ele também tinha a sua responsabilidade, já que durante anos tinha havido varias queixas tanto dos enormes atrasos como da maneira pouco amável da funcionaria tratava as pessoas.

Pode não ter sido o maior tempo que já tive à espera, mas foram as duas horas passadas com mais raiva e indignação!

 

 

 



publicado por momentosdisparatados às 16:58 | link do post | comentar | favorito

13 comentários:
De Maria Araújo a 14 de Novembro de 2011 às 19:19
Quantas vezes me questionei, e também nas consultas de ginecologia, das pessoas que eu via entrar depois de mim.
Mas nunca me aconteceu entrar um homem entrar antes de mim, nem que fosse o técnico do ar condicionada.
Também é uma verdade que, quando é para mostrar exames, a funcionária mete as pessoas entre consultas, mas avisa as pessoas (as que avisam...).
Também acrescento que vou sempre na minha hora, mesmo sabendo que há atrasos.
Enfim, coisas de funcionárias de médicos e de médicos (às tantas a funcionária conhece bem as pessoas que dão gorjeta e mete-as à frente como se estivessem com consulta marcada antes da nossa).
Em tempos dava essa dita gorjeta, agora não dou. Afinal elas são pagas para nos prestarem um serviço.
E muito mais havia a dizer, quanto a gorjetas.
Cumprimentos


De momentosdisparatados a 15 de Novembro de 2011 às 09:07
Naquele consultorio era sempre a mesma coisa, atrasos e mais atrasos. O problema é que não eram apenas pelo medico chegar atrasado, mas sim porque a funcionaria não geria bem quem deveria entrar.
Eu não me importo que entrem antes de mim se é apenas para falar com o medico ou mostrar algum exame(ainda que por vezes as pessoas se aproveitem), mas esses casos devem ser alternados com uma consulta, uma entrada sem consulta e assim sucessivamente.
Pois não sei se davam grojeta, mas eram bem capaz pois sucedia sempre.
Durante mais de 15 anos foi o meu medico, pois ginecologista não é uma especialidade que vamos com grande à vontade. Boa semana


De Maria Araújo a 14 de Novembro de 2011 às 19:22
nota:

* das pessoas que eu via entrar à minha frente e chegaram depois de mim.


De Miss Pepper a 14 de Novembro de 2011 às 20:19
Realmente! Isso é uma falta de respeito, pelo menos assim o considero. É uma questão de definição: ou é por ordem de chegada ou de marcação de consulta. E se o sr. dr. chega sempre atrasado, devia atrasar o relógio 1 hora para ver se chega a tempo. Eu gosto sempre de chegar antes para não deixar ninguém à minha espera e agradeço que façam o mesmo comigo!
Se o homem do ar condicionado fosse arranjar algum "ar condicionado" de uma senhora, agora do consultório... :p

Beijoca!


De momentosdisparatados a 15 de Novembro de 2011 às 09:10
Acredito que daria muitos menos conflitos se fosse por ordem de chegada.Que adianta ter consulta marcada sete passam à frente,só porque já lá estão?
Agora onde ando também há atrasos mas nada que se pareca com o antigo.
Já viste a minha sorte?
Ainda tinha o homem do ar condicionado!
Boa semana


De Someone a 15 de Novembro de 2011 às 00:08
Nem sequer vou comentar o que um técnico de ar condicionado fazia em tal consulta. Decerto que poderia ser um problema de ventilação mas...
Bem, agora a sério, situações como essa são, infelizmente, banais. E eu até podia contar um episódio recente que saiu mal para o lado do médico. Mas não vou contá-lo aqui. É que existe uma coisa chamada de livro de reclamações. E, quando escrevemos, quando a questão é devidamente exposta, pode acontecer como me aconteceu: recebi um pedido de desculpas do director hospitalar e respectiva rectificação da situação e, agora, hoje, uma carta da ERS (Entidade Reguladora da Saúde) a informar que existia um processo aberto caso quisesse contestar a resolução tomada pela entidade médica visada. Claro que não vou contestar pois, mais não seja, a questão foi ouvida superiormente e resolvida coerentemente. Até eu fiquei admirado em receber tal correspondência mas é sinal que começa a haver alguma preocupação.
Portanto, quando verificar que existem atropelos que o justifiquem... escreva. Devemos reclamar aquilo que é nosso por direito, cientes de que somos cidadãos de pleno direito e não uma "coisa qualquer" que cada um manipula como entende.
Um abraço


De momentosdisparatados a 15 de Novembro de 2011 às 09:13
Já lhe responderam?
Sim de facto é de ficar admirado. Mas ainda bem que é assim...que alguém nos "ligue".
Tem razão devemos reclamar de forma correcta e no sitio correcto.
Por vezes não o fazemos para não ter trabalho, é mais fácil virar as costas, mas assim as coisas nunca mudam. Terei de mudar a minha maneira de agir. Um abraço


De golimix a 15 de Novembro de 2011 às 08:46
Primeiro o tal "técnico do ar condicionado" que vá em horários onde não há consultas.
Segundo, a indignação funciona melhor se for escrita no livro amarelo!
Já me aconteceu as consultas atrasarem, mas mais porque o médico demorou mais tempo que o previsto com algum paciente.
Agora atrasos sistemáticos, porque o médico quer estar em todo o sítio ao mesmo tempo ou porque enfiam pessoas "conhecidas" ou que "só vão falar" mas demoram mais que o tempo de uma consulta deixam qualquer um , principalmente se as funcionárias forem dotas de carantonhas antipáticas...


De momentosdisparatados a 15 de Novembro de 2011 às 09:15
Pois aqui o atraso era mesmo a falta de cordenação e o querer estar em dois lados ao mesmo tempo.
Tenho de agir de outra forma quando estou descontente...reclamar por escrito. So assim as coisas mudam. Beijinho


De golimix a 15 de Novembro de 2011 às 12:27
E ao pedir o livro amarelo parece que as pessoas se põem em sentido. Experimenta, chateias-te menos (às vezes nem é preciso fazer a queixa é só pedir o livro) e obténs melhor resultado ;)


De Rosinda a 15 de Novembro de 2011 às 10:40
Bem... embora esperar mesmo em consultas no privado seja comum, nesse consultório havia uma desorganização desagradavel, sem regras nenhumas, nem de trabalho, nem de educação.
Muitas vezes esperei por consultas, é "normal" e até já me aconteceu depois de chegada a minha vez; o Médico dizer-me; aguarde um pouco por favor, que vou tomar um cafezinho...!
???
Beijinho


De Fátima Bento a 15 de Novembro de 2011 às 19:15
ahahahahah, também já me aconteceu, mas o gaj é amigo de há muitos anos...


De momentosdisparatados a 17 de Novembro de 2011 às 09:12
Desorganização e de que maneira. foram anos e anos a aturar isto.
poderia ter mudado à mais tempo, mas mudar de ginecologista não é propriamente uma coisa facil.
Beijinho


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

México - Férias

Depois de quase 2 anos aq...

Férias

Onde estavas com a cabeça...

IRS

Top Páginas - Ontem (11/0...

IRS e os erros

Os nossos governantes têm...

IRS

Vontade de esganar a ciga...

arquivos

Abril 2016

Março 2016

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

tags

2011

2013

a19

abandono

aftas

água

ait

amor

aniversario

aniversário de casamento

aniversario do estaminé

aniversario mãe

anivesário

anivesario

anulação do cartão

arrábida

arrabida

arrendar

artrite reumatóide

aspirina

assalto

assedio

aveiro

avô metralha

banco

batalha

bebés

bijutarias

bipolar

blog

bolinhos

bolo

bookcrossing

bruxo

cabelo

camioneta

campanha

cardiologista

carro

carta

cartão alimentação.

cartão decredito

cartões de credito

casa

cavalete

centro saude

chanel

cheque

cidade

cidade do porto

cigana

cintigrafia

clube da amizade

consulta

deco

destino

divorcios

edp

elaine st. james

electricidade

endoscopia

engano

escapadinhas

exames medicos

ferias

férias

filha

filho

gato

gatos

governo

hospital

idosos

impostos

inspira-me

irs

livros

medicação

medico

medo

milka

mudança

multa

natal

ovelhas

pai

pais

passeio

porto

poupar

republica dominicana

saúde

sinal

sintra

tiróide

trabalho

tunísia

velhotes

vida

vizinhos

todas as tags

favoritos

Vamos, então, por partes

Leilão de eletricidade

Lilica - Cadela solidária

Como fazer novas amizades...

contador de visitas
blogs SAPO
subscrever feeds